quarta-feira, 3 de março de 2010

Quanta discriminação!

Leia o relato de Karin Strobel e Shirley Vilhalva com muita atenção a seguir:




3 comentários:

IVR disse...

Puxa vida, esta atitude ridícula deste supermercado é lastimável, merece um processo por danos morais e emocionais. Fui na médica dermatologista da Unimed acompanhando minha namorada e quase deu pancadaria, pois a medica nao queria conversar com ela por ser surda, é de ter muita paciência né?

Aninha disse...

ATÉ QUANDO VAMOS AGUENTAR ESSAS DISCRIMINAÇÕES???

ANA PAULA - DDOS

Rafael Cavichiolli disse...

PESSOA TEM DESRESPEITO A DISCRIMINAÇÃO DE SURDO!!! QUE ABSURDO! PRECISA O PROCESSO DA JUSTIÇA NA EMPRESA!

RAFAEL CAVICHIOLLI